Gestão do Tempo em Projetos: Um Estudo de Caso em uma Empresa do Polo Industrial de Manaus

Armando Araújo de Souza Júnior, Kleber Henrique Goulart, Ana Flávia de Moraes Moraes

Resumo


Na era da informação as organizações se veem imersas em um ambiente dinâmico e em plena transformação. A velocidade em identificar as demandas e transformar essas demandas em produtos é fator crítico para o sucesso. Nesse cenário de tempo e recursos limitados, a aplicação das técnicas de gerenciamento de projetos surge como uma das respostas. O objetivo do gerenciamento de projetos é garantir que seja executado o trabalho necessário e somente o necessário, para a entrega do produto ou serviço atendendo as restrições de prazo, custo e qualidade. Com foco na área do conhecimento de gerenciamento do tempo, essa pesquisa apresenta um estudo de caso de uma empresa do setor industrial, que teve o objetivo de avaliar a forma de gerenciar o tempo nos projetos do time de engenharia de produto. O resultado da pesquisa trouxe pontos de melhoria na forma de gerenciar o tempo na organização pesquisada ao se confortar os métodos atualmente em prática com as melhores práticas levantadas na revisão bibliográfica.

DOI:10.5585/gep.v4i2.139


Palavras-chave


Gerenciamento de projetos; Gerenciamento do tempo; Estudo de Caso.

Texto completo:

PDF

Referências


Chizzotti, A. (2006). Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. Petrópolis: Vozes.

Denzin , N. K. & Lincoln, I. S. (2006). Introdução: a disciplina e pratica da pesquisa qualitativa. In: Planejamento da pesquisa qualitativa: Teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed Bookman.

Flick, U. (2004). Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman.

Heldman, K. (2009). Gerencia de Projetos: Guia para o exame do PMI. Rio de Janeiro: Elsevier.

Keeling, R. (2005). Gestão de Projetos: uma abordagem global. São Paulo: Saraiva.

Kerzner, H. (2010). Gestão de Projetos: as melhores práticas. Porto Alegre: Bookman.

_________. (2003). Project management : a systems approach to planning, scheduling, and controlling. New Jersey, EUA: John Wiley & Sons Inc.

Machado, C. S. (2002). Projetos Deliberados ou Emergentes: as práticas em gerenciamento de projetos e as estratégias empresariais. Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção, ENEGEP, Curitiba, PR, Brasil, 22.

Maximiano, A. C. A. (2002). Administração de Projetos. São Paulo: Atlas.

Menezes, L.C. M. (2009). Gestão de Projetos. São Paulo: Atlas.

______________. (2003). Gestão de Projetos. São Paulo: Atlas.

Phillips, J. (2003). Gerencia de Projetos de Tecnologia da Informação: no caminho certo do início ao fim. Rio de Janeiro: Campus.

PMBOK. (2008). Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos. [Manual]. Global Standard. Campus Boulevnad: Newtown Square.

________. (2004). Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos (Guia PMbok®). Pensylvania, EUA: Project Management Institute.

Prado, D. S. (2003). Gerenciamento de Projetos nas Organizações. Belo Horizonte: Desenvolvimento Gerencial.

Vargas, R. V. (2005). Gerenciamento de projetos: estabelecendo diferenciais competitivos. Rio de Janeiro: Brasport.

Vergara, S. C. (1998). Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. São Paulo: Atlas.

Yin, R. K. (2001). Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.




DOI: http://dx.doi.org/10.5585/10.5585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional