Ferramenta para Análise e Avaliação de Riscos no Planejamento de Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento

Marta Fatima Vencato

Resumo


Este trabalho é parte da dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento de Tecnologia, dos Institutos LACTEC, em parceria com o Instituto de Engenharia do Paraná – PRODETEC. A pesquisa teve como objetivo desenvolver um modelo para análise e avaliação de riscos inerentes em projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D), bem como classificar os riscos baseando-se na metodologia do Project Management Institute (PMI). A coleta de dados foi por meio da aplicação de questionário eletrônico para pesquisadores voluntários, vinculados a (1) uma instituição pública de ensino, a (2) uma instituição privada de ensino e a (3) uma instituição pública de pesquisa. Foi também objetivo deste trabalho elaborar uma ferramenta informatizada para análise e avaliação dos riscos durante o planejamento de projetos de P&D, identificando custos mínimos e máximos do projeto a partir da análise das ameaças e das oportunidades identificadas. Foi proposto ainda um índice de risco para apoio na análise das propostas de projetos pelas instituições de pesquisa como requisito para sua avaliação. A ferramenta informatizada foi validada por pesquisadores por meio de uma ficha de avaliação.


Palavras-chave


Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento, Riscos, Análise de Riscos

Texto completo:

PDF

Referências


Bomfin, D. F., Nunes, P. C. A. & Hastenreiter, F. (2012). Gerenciamento de projetos segundo o Guia PMBOK: desafios para os gestores. Revista de gestão e projetos – GeP, São Paulo, 3(3), 58-87.

Chiavenato, I. (2000). Introdução à teoria geral da administração (6a. ed.). Rio de Janeiro: Campus.

Genero, C. W. (2007). Identificação e avaliação dos principais aspectos do PMO (Project Management Office) como suporte para gestão de projetos tecnológicos no Lactec (Dissertação de Mestrado), PRODETEC Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento de Tecnologia, LACTEC – Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento, Curitiba-PR.

Menezes, L. C. M. (2009). Gestão de projetos (3a. ed.). São Paulo: Atlas.

Moutinho, J. A. & Kniess, C. T. (2012). Contribuições de um escritório de gerenciamento de projetos em um laboratório de P&D de uma universidade pública. Revista de Gestão de Projetos – GeP, São Paulo, 3(2), 260-271.

Palma, M. A. M., Andrade, J. L. P. & Pedro, J. S. (2011). Gestão de riscos em projeto: contornando incertezas para viabilizar a implantação de nova tecnologia em uma indústria petrolífera de E&P. Revista de Gestão de Projetos – GeP, São Paulo, 2(2), 102-122.

Pinheiro, A. A. et al. (2006). Metodologia para gerenciar projetos de pesquisa e desenvolvimento com foco em produtos: uma proposta. RAP, 40(3), 457-78. Recuperado em 19 junho, 2013, de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/viewArtic le/6825

Pmbok - Project Management Institute. (2008). Um guia do conhecimento de projetos (Guia PMBOK). Texto e tradução Project Management Institute. São Paulo: Saraiva.

Pmbok - Project Management Institute. (2013). Um guia do conhecimento de projetos (Guia PMBOK) (5a. ed.). Pennsylvania: Global Standard.

Pontogp. (2007). O que é gerenciamento de projetos: a evolução de uma disciplina. Recuperado em 21 agosto, 2013, de http://pontogp.wordpress.com/gerenciamento-de-projetos/

Salles Junior, C. A. C. et al. (2010). Gerenciamento de riscos em projetos (2a. ed.). Rio de Janeiro: Editora FGV.

Torres, T. Z. & Pierozzi Junior, I. (2011). Gestão de conhecimento para instituições de PD&I. In Anales da Jornadas Argentinas de Informática, 40., 2011, Córdoba. (p. 195-210). Buenos Aires: Sociedad Argentina de Informática.

Valle, A. B. et al. (2007). Fundamentos do gerenciamento de projetos. Rio de Janeiro: FGV.

Verzuh, E. (2000). MBA compacto, gestão de projetos. Rio de Janeiro: Campus.

Vieira, M. F. Três tempos da identificação de risco: passado, presente e futuro. Recuperado em 21 agosto, 2013, de http://www.slideshare.net/mcarvalhom/estrutura-analtica-de-riscos

Xavier, C. M. S. (2009). Gerenciamento de projetos: como definir e controlar o escopo do proto (2a. ed. atual.). São Paulo: Saraiva.




DOI: http://dx.doi.org/10.5585/10.5585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional