Uso do Método Estudo de Caso em Pesquisas de Gerenciamento de Projetos

Alessandro Prudêncio Lukosevicius, Jairo Carvalho Guimarães

Resumo


Dentre os métodos de pesquisa, o Estudo de Caso é um dos mais populares. No entanto, por vezes, pesquisas calcadas nesse método recebem críticas quanto a forma de aplicação. Além disso, existe uma escassez de estudos que analisam o uso do método Estudo de Caso no campo científico do gerenciamento de projetos. Portanto, existe a necessidade de ampliar os conhecimentos sobre a aplicação desse método nessa área. Assim, o objetivo deste artigo é descrever como o método Estudo de Caso está sendo aplicado ao campo do gerenciamento de projetos. Para isso, foram selecionados 40 artigos de gerenciamento de projetos de periódicos nacionais e internacionais publicados ao longo de sete anos (2011 – 2017), os quais adotaram a mencionada técnica como método de pesquisa. Quanto à abordagem, este trabalho é de cunho qualitativo, os artigos selecionados foram examinados sob a natureza descritiva e a análise dos mesmos se guiou pela Análise de Conteúdo. A pesquisa proveu informações para guiar a condução de pesquisas com Estudos de Caso no campo do gerenciamento de projetos, apresentando as diferenças entre estudos nacionais e internacionais.


Palavras-chave


Método de Pesquisa. Estudo de Caso. Gerenciamento de Projetos.

Texto completo:

PDF

Referências


Bardin, L. (2009). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Benbasat, I; Goldstein, D., & Mead, M. (1987). The Case Research Strategy in Studies of Information Systems, MIS Quarterly, 11(3), 369-386.

Campomar, M. C. (1991). Do uso de “Estudo de Caso” em pesquisas para dissertações e teses em administração. Revista de Administração, 26(3), 95-97.

Creswell, J. W. (2008). Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed.

Eisenhardt, K. M. (1989). Building Theories from Case Study Research. Academy of Management Review, 14(4), 532-550.

Gil, A. C. (2009). Estudo de caso. São Paulo: Atlas.

______. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa 5a ed. São Paulo: Atlas.

Lukosevicius, A. P.; Soares, C. A. P., & Chaves, M. S. (2016). Análise de Conteúdo em gerenciamento de projetos: proposta de um framework metodológico. Iberoamerican Journal of Project Management (IJoPM), 7(2), 29–53.

Maffezzolli, E.C.F., & Boehs, C.G.E. (2008). Uma reflexão sobre o Estudo de Caso como método de pesquisa. Revista da FAE, 11(1), 95-110.

Miles, M. B., & Huberman, A. M. (1994). Qualitative data analysis. London: Sage Publications.

Minayo, M.C.S. (2001). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes.

Oliveira, E.; Ens, R.; Andrade, D., & Mussis, C. R. (2003). Análise de Conteúdo e pesquisa na área de educação. Revista Diálogo Educacional, 4(9), 11-27. Recuperado em 27 de agosto, 2018, de http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=189118067002.

Oliveira, M; Maçada, A. C. G., & Goldoni, V. (2009). Forças e fraquezas na aplicação do Estudo de Caso na área de sistemas de informação. Revista de gestão USP, São Paulo, 16(1), 33-49.

Padalkar, M., & Gopinath, S. (2016). Six decades of project management research: Thematic trends and future opportunities. International Journal of Project Management, 34(7), 1305–1321.

Paré, G. (2004). Investigating Information Systems with Positivist Case Research. Communications of the Association for Information Systems, 13(18). Recuperado em 27 de agosto, 2018, de http://aisel.aisnet.org/cais/vol13/iss1/18.

Patton, M. Q. (1999). Enhancing the quality and credibility of qualitative analysis. Health Services Research, 34(5), 1189-1208.

Shi, Q.; Liu, Y.; Zuo, J.; Pan, N.; & Ma, G. (2015). On the management of social risks of hydraulic infrastructure projetos in China: a case study. International Journal of Project Management, 33, 483–496.

Silva, A. H., & Fossa, M. I. T. (2013). Análise de Conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para análise de dados qualitativos. In: IV Encontro de Ensino e Pesquisa de Administração e Contabilidade (ENEPQ), Brasília. Anais... Distrito Federal.

Stake, R. (1988). Case Studies. In: Denzin, N. K., & Lincoln, I. S. Strategies of Qualitative Inquiry. Thousands Oaks/London: Sage Publications.

Thomas, J., & Mengel, T. (2008). Preparing managers to deal with complexity - advanced project management education. International Journal of Project Management, 26(3), 304–315.

Vala, J. A. (2003). Análise de Conteúdo. In: Silva, A.S., & Pinto, J. M. (Org.). Metodologia das Ciências Sociais 12a ed. Porto: Edições Afrontamento.

Vergara, S. C. (2012). Métodos de pesquisa em administração. 5a ed. São Paulo: Atlas.

Yin, R. K. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. 4a ed. Tradução: Daniel Grassi. Porto Alegre: Bookman.




DOI: http://dx.doi.org/10.5585/10.5585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional