Os Cinco Problemas mais Frequentes nos Projetos das Organizações no Brasil: Uma Análise Crítica

Armando Terribili Filho

Resumo


Este artigo visa discutir os aspectos relevantes relativos aos cinco problemas mais frequentes nos projetos das organizações no Brasil de acordo com os resultados do Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil – 2010, que teve a participação de 460 organizações públicas e privadas. Os cinco problemas com maior frequência estão associadas ao gerenciamento do tempo, gerenciamento do escopo, gerenciamento da comunicação e gerenciamento dos custos. O artigo propõe a utilização de indicadores de monitoração durante a “vida do projeto”, como instrumento de avaliação contínua.

DOI:10.5585/gep.v4i2.99


Palavras-chave


Benchmarking; Gerenciamento de Projetos; Indicadores.

Texto completo:

PDF

Referências


Ander-Egg, Ezequiel; Aguilar Idánez, Maria José (2005). Cómo elaborar un proyecto: guía para diseñar proyectos culturales y sociales. 18. ed. Buenos Aires: Lúmen/Hvmanitas.

Barbosa, Christina; Nascimento, Carlos Augusto Dornellas; Abdollahyan, Farhad; Pontes, Ronaldo Miranda (2011). Gerenciamento de custos em projetos. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV.

Bassi, Antonio; Tagliafico, Moira (2010). Project manager al lavoro: strumenti e techniche. Milano: Franco Angeli.

Bove, Antonello (2008). Project Management la metodologia dei 12 step: come applicarla in tempo reale per gestire con successo piccoli e grandi progetti. Milano: Hoepli Editore.

Dondis, Donis A. (2003). Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes.

Gido, Jack; Clements, James P. (2007). Gestão de projetos. São Paulo: Cengage Learning.

Godfrey, Richard L.; Smith, Hyrum W.; Pulsipher, Gerreld (2011).As 7 leis da aprendizagem. Rio de Janeiro: Campus, 2011.

Hackos, JoAnn (2007). Information development managing your documentation projects, portfolio, and people.Indianapolis: Wiley.

Keelling, Ralph (2002). Gestão de projetos: uma abordagem global. São Paulo: Saraiva.

PMI, Project Management Institute (2004). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2003. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2005). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2004. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2006). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2005. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2007). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2006. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2008a). Um guia do conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK). 4. ed. Pennsilvanya: Project Management Institute.

_______________. (2008b). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2007. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2009). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2008. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2010). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2009. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2011). Estudo de Benchmarking em Gerenciamento de Projetos Brasil 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

_______________. (2013). A guide to the Project Management of Body of Knowledge (PMBOK). 5. ed. Pennsilvanya: Project Management Institute.

Maders, Henry-Pierre (2008). Piloter um projet d’organisation.Paris: Eyrolles.

Mattos, José Roberto Loureiro de; Guimarães, Leonam dos Santos (2005). Gestão da tecnologia e inovação: uma abordagem prática. São Paulo; Saraiva.

Newton, Richard (2011). O gestor de projetos. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Rabechini Jr., Roque (2011). Gerente de projetos na empresa. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Terribili Filho, Armando (2010). Indicadores de gerenciamento de projetos: monitoração contínua. São Paulo: M. Books.

_______________ (2011a). Comunicação visual em projetos. Qualimetria FAAP. São Paulo (SP), v.242, p.100-101.

_______________ (2011b). Gerenciamento de escopo em projetos: braço de ferro ou flexibilização? 10/03/2011. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2012.

_______________ (2011c). Os 8 porquês dos atrasos nos projetos. 30/11/2011. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2012.

_______________ (2011d). Como diagnosticar se os projetos estão saudáveis? 03/11/2011. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2012.

_______________ (2012). Problemas nos custos nos projetos: falha no planejamento ou na execução? 23/05/2012. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2012.

Xavier, Carlos Magno da Silva (2009). Gerenciamento de Projetos: como definir e controlar o escopo do projeto. 2. ed. São Paulo: Saraiva.

Wick, Calhoun W.; Leon, Lu Stanton (1997). O desafio do aprendizado: como fazer sua empresa estar sempre à frente do mercado. São Paulo: Nobel.




DOI: http://dx.doi.org/10.5585/10.5585

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista de Gestão e Projetos e-ISSN: 2236-0972
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional